Trilha na Ilha de Itaparica


Olha ela lá, lá... Ilha de Itaparica!!! Sexta-feira, acordo agitado, sei que faltam menos de 24 hs para o meu “batismo” junto ao Mural de Aventuras. Observo o tempo, pois chove bastante desde ontem, continuando assim as dificuldades na trilha aumentam. Preciso pegar a bike na oficina (regulagem, lubrificação e etc...), arrumar todos os itens na mochila (ferramentas, peças sobressalentes, alimentação, hidratação e etc...). Chega a noite, não durmo legal, a ansiedade toma conta !!!! Ilha de Itaparica, 60 km através de trilhas (recheadas de single-tracks) em reservas ecológicas, fazendas, povoados. Tudo novo, desconhecido. A Emoção dos Desafios!!!!
Acordo às 4:30 hs (será que dormi?!!?), como algo, check-list rápido, mochila nas costas, pego a bike e saio ao encontro de Léo. Saímos da Sabino Silva às 5:00 hs em direção a ladeira da Barra (subidinha pra aquecer as pernas) para encontrarmos com os famosos “velozes e furiosos” (desta vez, Elson, Rei, Mandrake e Sergio)  e encararmos a descida da contorno em “alta”, brocando na linguagem Muralista, em direção ao Ferry. Os “pôneis malditos” já nos aguardam. Saida às 6:00 hs. Todos reunidos, hora de comprar as passagens. Confusão já cedo!!! Uma funcionária muito eficiente e simpática da TWB informa que não podemos comprar passagens para pedestres, pois estamos de bike. Explicamos a leal funcionária que o acesso do grupo ao ferry seria feito a pé com todos nós carregando as bikes, retirando a roda dianteira. Mas a digníssima FDP continuava irredutível... a fila aumentando... e protestando... a hora do embarque chegando..., quando então um funcionário mais graduado e com um pouco de bom senso entendeu e atendeu a nossa reivindicação. Ufa!!!!!!
Já no ferry toda a ansiedade se dissipou, o sol já despontava forte iluminando as águas calmas da baia, o dia estava lindo, a resenha rolando solta, a ilha se aproximando... Hora de pedalar!!!! Éramos 12 (Paulo Batera dormiu demais e nos encontraria mais adiante) quando pisamos em terras Itaparicanas prontos para seguir o líder, pois além de mim outros Muralistas ainda não haviam pedalado por lá. Mas antes de partimos pro ataque, o pneu vazio da bike do Uelton nos segurou por mais alguns minutos, faz parte (coca-cola na conta do rapaz)!!! Pedalamos algumas centenas de metros e já chegamos ao começo da trilha, lugar lindo com um portal de entrada e uma capela, reserva ecológica, mata fechada, piso molhado coberto de folhas e raízes, terreno irregular, umidade, calor!!! Todos ingredientes, tenho certeza que aquele grupo de “Viajantes Muralistas”, (parodiando o sucesso do Olodum) procuravam!!!! E lá vamos nós, líder e brocadores abrindo passagem na mata, pelotão tentando segui-los e os mais atrasados no rastro. Sensacional esta primeira parte, SEN-SA-CIO-NAL!!! 
Chegamos ao povoado de Misericórdia, local tranquilo e aprazível a beira mar, seguimos até a ponte (que visual!!) para mais resenha e sessão de fotos. Voltamos e paramos numa birosca (hora da merenda, encontro com o persistente Paulo Batera). Aahh!! Na hora da merenda, saltam sanduíches e outros gêneros alimentícios de todas as mochilas, mas da mochila (no ínicio pesava uns 8 kg) do parceiro Léo surgem vários sanduíches, repositores, sucos e afins (uma lanchonete ambulante!!!) rsrsrsrs. Tudo ok, vamos partir, afinal só pedalamos 30% do total estimado. Vamos a trilha!!! Não!!!!! O pneu da bike deste que vos escreve está furado! (coca-cola na próxima parada).  Alguns Muralistas se dispõem a ajudar o “novato” no reparo do pneu, outros encontram numa tampa de bueiro em uma plataforma elevada do terreno, motivo para alguns “bobs e saltos”. Um outro Muralista, (simpático o cara!!) observa tudo, num canto, quieto, para depois comentar que eu fui muito bem aceito, pois pelo menos 4 Muralistas  me acudiram. Bom sinal!!!
De volta a trilha, através de fazendas com belas paisagens, subidas, descidas, singles tracks, cancelas, cercas, tudo transposto com muito suor, adrenalina e disposição, veio a recompensa (um banho de cachoeira num lugar lindíssimo). Nos refrescamos, tomamos ar e partimos em direção a Baiaco (melhor assim que o original) por caminhos alucinantes e divertidos. Todo o grupo seguia forte e unido: Brocadores, pelotão e atrasados, pois as cancelas no caminho juntavam todos. Após uma dessas cancelas, seguíamos num single track em descida leve, mais bastante veloz e técnica, todos “brocando”(ou tentando!!!), quando um pouco a minha frente, aquele Muralista observador e simpático (depois digo o nome dele) resolveu comprar um terreno na área, decolando da bike e indo direto de encontro a cerca (o cara já chegou demarcando o terreno) Susto!!! Simpatia tava imóvel!!! Alívio, o cara tava assim pra não machucar. Ajudamos o companheiro a se recompor e seguimos adiante. 
A caminho de Baiaco, paramos num sitio onde está localizada os restos da segunda mais antiga igreja do Brasil!!! Um patrimônio histórico, infelizmente abandonado por nossas autoridades!!!! Chegamos a Baiaco, tomamos todas as coca-colas do bar, descansamos e todos só pensávamos na feijoada na casa do tio do nosso coordenador Rei, em Barra do Gil!! Asfalto até lá, 2 boas subidas já foi o suficiente para mostrar os que já sentiam os efeitos da aventura!!! 
Chegamos todos a Barra do Gil, casa em frente a praia, feijão cheirando nas panela, cerveja geladddaaa e resenha, muita resenha. Alguns vão ao mar azul tomar um banho revitalizador, outros não, mais todos caem matando no feijão!!! Muito bom!!! O tio de Rei é o cara!!! Toda a atenção e presteza em agradar aquele grupo de “malucos”!!! Descansamos, tomamos um café para acordar e seguimos para o ferry (saída às 16 hs) Combinamos de irmos devagar e juntos, mas chegando a estrada o que se viu foi uma corrida em direção ao ferry. Só tinha brocador!!! Rsrsrsrs!!! Tudo lindo, tudo perfeito, tudo ok. Chegamos em SSA, nos despedimos e cada um seguiu o seu caminho de volta a casa!! Todos cansados, mas  inebriados de alegria, tenho certeza!!! Estou em casa!!! ESTOU EM ALFA!!!! PEDALAR É VIVER, VIVA O MURAL DE AVENTURAS!!!!! Mário Macêdo (Marão).
VEJA O VÍDEO ABAIXO. LIGA O SOM!  
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR





































































9 comentários:

Leo Capote disse...

Muito boa a resenha Marão, parabéns....mas vc esqueceu de contar a parte dos cães sendentos por carne humana....pra mim...a parte mais tensa da trilha....uahuahauhauhau!!! O vídeo tb ta show Elsão....BMMP!!!!

ED BALA disse...

É isso ai mural... parabéns pela trilha!E galera o mural vai longe,surpresas virão...aguardem!

JP disse...

Trilha especial. Parabéns Mural ! Parabéns aos novatos presentes e especialmente para Marão, que fez uma bela resenha.
JP

SÉRGIO LUZ disse...

EXCELENTE A PROFISSIONALIZAÇÃO, DAS RESENHAS, VIDEOS E FOTOS!!! PARABÉNS A MARÃO, COM UMA BELÍSSIMA CHEGADA AO "MURAL DE AVENTURAS", COM UMA RESENHA MUITO EXPRESSIVA, A ELSON COM FOTOS E VÍDEOS RELATANDO COM CATEGORIA AS NOSSAS AVENTURAS!!! E COMO SEMPRE AS SURPRESAS DAS DIFERENTES TRILHAS, QUE JÁ NOS DEIXA ANCIOSOS PARA AS PRÓXIMAS!!!

welseman disse...

Excelente resenha! Excelente trilha! Mural de Aventuras, mais uma vez, carimbando o passaporte em Itaparica. Valeu guerreiros!

Ramster disse...

Muito legal a resenha e o vídeo, pena não poder ter participado.

A galera tá ficando profissional em resenha e edição de vídeo.

"DINHEIRO NÃO COMPRA FELICIDADE...MAS COMPRA UMA BIKE, QUE É QUASE A MESMA COISA!"

Andre Mandrake disse...

Marão, show de bike a resenha manim, edição de vídeo e fotos tb gzgz para Elson, como sempre o MURAL acabando com tudo "no bom sentido".

Rei disse...

Maravilha de resenha Marão!!!

Baixei a grande maioria das fotos e tem cada uma melhor do que a outra... as que não baixei foi porque as criaturas que apareciam era muito feinhas... hehehhehe...

TRILHA DO TOP 5!!!!

Semestre que vem tem mais... quem sabe nosso amigo Ramster vá!!!

Valeu Mural... vida eterna!!!
Abração.

branca disse...

anciosa por essa resenha!!adorei, parabens!