Início da Expedição Chapada dos Veadeiros 2010

Olá Amigos,

A partir de amanhã 01/07 e até 10/07, estaremos realizando a tão esperada e planejada Expedição Chapada dos Veadeiros 2010. Essa será mais uma grande experiência com superação de muitos desafios!

Serão 10 (dez) dias de muito pedal por grande parte do Parque Nacional de Goiás, mais de 500Km.

Estamos muito felizes e é com grande emoção que agradecemos a Deus, as nossas esposas, familiares e a todos que estão contribuindo para que essa aventura se torne realidade.

Podem ter certeza que voltaremos com muitas histórias para contar aqui no Mural de Aventuras!

"Se quer chegar rápido, vá sozinho. Se quer ir longe, vá em grupo!”


Um forte abraço e até mais,

Welseman, João Paulo, Piau, Ricardo Popó, Elson e Nanal.
(Foto acima da esquerda para direita)
Obs.: Clique aqui e veja como foi a Expedição Chapada Diamantina 2009.

Trilha em Barra do Jacuípe

Logo quando comecei a realmente levar o ciclismo a sério, sempre tive o intuito de realizar trilhas e vinha sempre acompanhando o Mural de Aventuras. Com certa inveja de todas as trilhas que realizavam, a vontade de participar só fazia aumentar cada dia mais. Depois de muitas leituras das resenhas de trilhas do grupo, tentativas de participação e up's na magrela, decidi ir até o fim nessa trilha.
Saindo do ponto de encontro, já bastante ansioso seguimos para a casa de Piau, para de lá, dar inicio à aventura! Piadas de Elson e Piau a parte sobre o roteiro, já me sentindo acolhido pelo grupo e "com uma vontade de pedalar que não passava", seguimos - eu, Elson, Josué, JP, Piau, Maurão e Nanal - com alguns reclamando por não saber a distância exata que iríamos enfrentar usando até mesmo o "novato" como desculpa e eu passando a imagem de desbravador mas que no fundo tava com receio do que iria vim. rsrsrs
Asfalto, estradão, SUBIDAS e DESCIDAS, cercas e vários singles tracks fizeram parte dessa incrível aventura. Saindo do asfalto, passando pelo estradão, entramos finalmente nos singles track's em campo aberto. Conversa vai, conversa vem, percebemos que nem Piau (o descobridor da trilha) sabia o roteiro exatamente e por várias vezes Elson dizia... "não, não, não, é por aqui!" e lá vamos nois! rsrsrs. Após passarmos por bonitas paisagens, cercas e 20 km, chegamos ao fim do "treino”... Treino!? Como assim?! Pois é, a MELHOR PARTE estava por vim! Voltamos ao asfalto... Depois de alguns km´s "que não conta", uma parada para abastecimento, não esquecendo o episódio que aconteceu ao final do asfalto, a ultrapassagem que um ciclista "comunzeiro" andando de uma roda só, com uma GORDO zoom de pelo menos 4 kg na frente deu em cima de Nanal, que rendeu muitas risadas!!!
Antes de entrar na terra, Nanal acionou o dispositivo ameaça de câimbra (rsrsrs). Não satisfeito com o episódio depois de alguns km, a mesma pessoa acionou um novo dispositivo... O Dispositivo Capacete! rsrsrsrs
Já na trilha, ALUCINANTES descidas e incríveis subidas, passando por single tracks, alguns entre bambuzais a beira do Rio Jacuipe (que só quem estava para poder entender), com direito a lama, ponte improvisada e tudo mais. Ao fim da trilha chegamos a um lugar propicio para a "recarga" à beira rio, onde havia alguns barcos e restos de jaca (rsrs). Depois de descansados, voltamos pelo mesmo caminho, com a mesma incrível aventura da ida. Por fim, 50 km + ou -, não esquecendo, claro, de comentar a ótima recepção por parte de Piau e família que recebeu a gente com o oferecimento de um banho e um delicioso lanche que rendeu boas risadas e conversas idem! Trilha Barra do Jacuipe sempre ficará na minha memória, como um dia em que o aprendizado e a diversão com os amigos foram máximos!!! Agradeço a todos pela oportunidade e farei de tudo para continuar participando de todas as trilhas e "treinos"! e para os que perderam não esqueçam de conferir as fotos e vídeos! rsrs Um grande abraço, Lucas Goes

VEJA OS VÍDEOS ABAIXO



CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR

Travessia dos Faróis

Já tinha feito a “Travessia dos Faróis” algumas vezes, mas sempre sozinho. Dessa vez, tive a idéia de chamar a galera do Mural para fazer esse pedal diferente das trilhas que estamos acostumados. Foi show!!! Quem apareceu e acompanhou o grupo até o Rio Vermelho foi o Dino Samuel, ele estava no meio de seu treino matinal quando encontrou com João Paulo no caminho para o Farol da Barra. Como previsto, o vento estava muito forte, mas no percurso de ida, “voamos” a favor do vento sempre a mais de 30km/h! Chegando no Farol de Itapoan, perguntei a todos quem alguma vez já esteve presente naquele local e com surpresa fiquei sabendo que era a primeira vez de todos, vejam só o que a bike pode fazer... me lembro que era criança quando tinha estado por lá. Estava uma manhã nublada, mas não menos bonita, tiramos várias fotos e contemplamos a vista da cidade de Salvador. Josué chegou a sugerir irmos mais a frente em direção ao litoral norte, mas quando lembrei do vento que iríamos enfrentar, ele mudou logo de idéia, hehehe. Realmente a volta foi uma superação, éramos empurrados para os lados e para trás, mas com revezamento dos batedores de frente, logo chegamos de volta ao Farol da Barra. Gostei muito desse pedal, ficou a vontade de fazermos novamente!!! Até! Elson.
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR