Rafting em Itacaré

Vocês já fizeram rafting? Se não, precisam experimentar.... É show de bola!!!!!!! A parada foi a seguinte: Fizemos um contato com um amigo da Base de Aventuras, que fica na Praia da Concha em Itacaré, acertamos todos os detalhes e agendamos o dia da aventura. Isso é importante, pois no verão a concorrência é violenta... Partimos cedo de Ilhéus rumo a Itacaré, cerca de 70 Km. Quando chegamos à Base de Aventuras, ficamos trocando umas idéias com o pessoal e logo fomos pegos por uma L200 do Planeta Rafting com destino a Taboquinhas. Chegando lá, você vê o rio de contas tão tranqüilo que não entende bem o que te espera. Fomos direto para a Base do Planeta Rafting(uma casa simples com fundo para o rio), guardamos nosso material e ouvimos uma série de instruções importantes de como proceder dentro dos botes (ahh, e fora dos botes também, no caso das viradas e quedas). Além disso, recebemos todos os equipamentos de segurança (capacete e salva-vidas). Preparados, tomamos novamente a Pick-up e subimos uns 3 Km rio acima(Pela estrada, é claro...). Lá os botes e os guias já nos esperavam... Eram vários botes, cerca de 12 ou mais. Tinham botes de 3 capacidades diferentes, os maiores para 10 pessoas, outros p/ 8 e os menores para 6, além do local dos guias. Como estávamos em um grupo de 6, resolvemos pegar o menor. Pois bem, você entra no bote, o guia dá mais algumas orientações, faz umas práticas de remada, e depois é ir rio abaixo... É uma adrenalina retada!!!!!!!! O rio vai levando o bote lentamente até que surge um estreitamento pelas pedras, ai o bicho pega... É água pra todo lado... Estou falando literalmente, principalmente quando o bote vira... rsrsrsrs. Pois é, depois que pega a corredeira o bote pega a maior pressão e não tem mais como voltar, a ordem é continuar remando... Segura peão!!! A galera passa alguns apertos (experiência própria, rsrsrs...), mas é uma experiência fascinante. A pressão é forte, mas para essa galera que está andando de bike até embaixo d´agua, dá para encarar.... Afinal, além de minha mulher e de nosso filho de 15 anos, nossa princesa de 10 anos também encarou esse desafio, mas não se enganem, pois a pequena é guerreira. Não aconselho para qualquer criança. O rio de contas é considerado um dos melhores locais do Brasil para a prática desse esporte. Vale a pena!!! Vejam os vídeos. Abraço, Ricardo Lima.








Clique nas imagens abaixo para ampliar.





Trilha em Praia do Forte

Desde cedo o céu anunciava que o dia podia ser bem “molhado”! Hehehe. Mas como a "fome" de pedal era grande, não estava nem preocupado com isso. Após chegarmos a Praia do Forte e antes de iniciarmos a trilha, o novo integrante pernambucano "Fernando", fez com o grupo uma oração para que tivéssemos a proteção divina em nossa aventura. Foi a primeira vez que fizemos isso, achei muito bom, pois senti que também contribuiu para uma união ainda maior do grupo. Logo que montamos nas magrelas, a chuva começou a cair. No início estava fraca, mas logo depois foi um dilúvio!!! O jeito foi relaxar e curtir a natureza de outra forma, ou seja, alagada!!! Rsrsrs. Na porteira da fazenda, enquanto estávamos enchendo o pneu da bike de Neto, tivemos uma ótima surpresa, chegaram os dinos Albertão e Bastião. Mais a frente quando a chuva aumentou, tivemos que decidir entre voltar e fazer um percurso mais leve ou seguir em frente e enfrentar as ladeiras que estariam bem escorregadias. Acredito que naquele momento o espírito aventureiro da maioria falou mais alto e decidimos fazer o percurso planejado inicialmente e enfrentar os desafios. A escolha foi perfeita!!! Logo adiante as ladeiras pareciam cachoeiras, devido ao volume de água que descia nas valas, teve até um momento que veio uma enxurrada trazendo um tronco de árvore que tivemos que desviar. Alguém gritou: “Olha o tronco!!!” Foi uma experiência singular! Outra boa surpresa foi encontrar também com o pessoal de MTB de Camaçari. Depois a nossa diversão foi passar pelos trechos mais alagados, em alguns momentos as rodas ficavam quase todas cobertas pela água e as quedas foram lindas! Hehehe. Na volta, fomos ao restaurante “Sombra da Mangueira” em Diogo desfrutar de uma maravilhosa mariscada. Vejam os filmes e fotos abaixo! Um grande abraço e até a próxima. Elson.

VEJA O VÍDEO ABAIXO

CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR







2ª Etapa do Campeonato Baiano de MTB

Galera do pedal,
Aqui é Rosania, normalmente as postagens ocorrem com relatos de pessoas que participaram diretamente da aventura, mas desta vez será diferente, pois estive na 2ª etapa do Campeonato Baiano de Mountain Bike para acompanhar de perto a emoção que este esporte provoca. Então, não esperem um relato técnico, hehehe!!! Logo no início da manhã, o clima do evento já era perceptível tanto na área urbana quanto no percurso rumo a Fazenda Pau da Rola, local do evento, pois os ciclistas marcavam o cenário: era um sinal que o dia prometia muita adrenalina!!!
Aos poucos ao redor da sede da fazenda, pessoas, carros e bikes disputavam as sombras das árvores, pois o sol desde cedo demonstrava que o aquecimento não seria apenas através dos pedais!!! De repente, lá estava Jairo da Atlântico Bike, marcando presença coma sua equipe, montando um espaço de apoio para os participantes: hidratação e descanso! Mandou bem!!
Como observadora, percebo que este esporte diferente de outros, agrega pessoas de classes sociais diferentes, gêneros, idade e estilos. A diversidade dá o tom e o sentido para que mais pessoas sintam-se motivadas a experimentar ou continuar em busca de novas trilhas. E com esse perfil descrito, chegou a hora da grande largada!! A galera parecia querer devorar a trilha que estava por vir. Show de bola!!! Inicialmente não deu para perceber os favoritos, pois todos estavam com cara de conquistadores do 1º lugar no pódio!! Rsrsrs. Não poderia ser diferente. Ah! Senti falta do apoio dos meios de comunicação! Será uma falha dos organizadores do evento ou a mídia local ainda não atribuiu o devido valor ao Mountain Bike? Além deste aspecto, sugiro que a FBC (Federação Baiana de Ciclismo) providencie uma maior quantidade de água para os atletas durante a prova, pois na 2ª volta já havia acabado. Dentre as coisas boas que marcaram o dia, socializo com vocês a minha grande alegria pela conquista de Elson: 5º lugar na categoria Iniciantes. Ele apesar de ter relutado em avançar no esporte em caráter competitivo, mostrou que tem garra, determinação e condições de participar independente de classificação. Incentivo e o meu apoio ele terá sempre. Abraços, Rosania.
CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR